Sevilha

A Catedral de Sevilla foi erguida onde antes era uma mesquita. Na foto acima, tirada do alto da torre, podemos ver no lado direito o que sobrou de sua entrada principal. O pátio também é da época dos muçulmanos que construíram canais para irrigar as árvores, todas laranjeiras, uma das características da cidade.

Torre da catedral

O Real Alcazar de Sevilla é um dos palácios mais antigos do mundo. Começou a ser utilizado no século XI e por volta de 1.500 foi o local de encontro entre Isabel de Castilla e Colombo. Mas o que mais impressiona na construção é a parte muçulmana. Realmente é uma das coisas mais bonitas que já vi. Ao contrário dos ocidentais, eles construíam os pátios para dentro, onde ficava toda a beleza arquitetônica, e do lado de fora se viam apenas os muros.

Um dos jardins do Real Alcazar

Vista do Alcazar

Uma das abóbodas do Alcazar

Pátio

 

Sala dos embaixadores

Na foto aPadaria em Sevillao lado uma padaria que achei em Sevilla. Panypiú é o nome. Pães e doces todos artesanais e muito gostosos. Vale a pena conferir. Calle Cabeza del Rey Don Pedro, 15-17

 

 

 

 

 

Anadalusian TasteOutro lugar bacana que descobri foi esta loja de produtos típicos da região: doces, azeites, chocolates, figo seco, tudo de produção caseira e regional. Pasaje de Andreu, 1B. Tel: + 34 954 211 711. Andalusian Taste.

 

 

 

 

Dos restaurantes que comi, recomendo o Becerrita. Boa comida, atendimento muito cordial e frequentado pelos moradores de Sevilla. Por sorte, ficava na rua do meu hotel, o Alma Sevilla – Palácio de Villapanés.

Um dos "tapas" do Becerrita

 

 

 

 

 

Tem também a Taberna Del Alabarder. É o restaurante mais antigo e tradicional, já ganhou diversos prêmios. Existem filiais em Madrid e Marbella. A comida estava boa, mas eu passei muito mal no dia seguinte e não pude nem sair do quarto. Devem ter sido as almejas, mas…

E para fechar a programação em Sevilla é preciso assistir a uma apresentação de flamenco. Recomendo a do Museo do Flamenco: boa música, bom show e espaço pequeno sem aquele monte de turista. Descobri o local perguntando aos moradores da cidade.

Show de Flamenco no Museo Flamenco Sevilla

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s