Um breve guia para comer bem e não se perder em Veneza

Comentei sobre como chegar até Veneza, mas não como se locomover pela cidade. A princípio parece complicado, mas não é nenhum bicho de sete cabeças.

Porém, se não tiver senso de direção, leve alguém com você que tenha. É impossível usar mapa de papel (como não usei o Google Maps no celular, não sei dizer se funciona, mas acredito que sim, porém sua conta de telefone será bem salgada).

IMG_20150417_162111

Enfim, o mapa de papel vai te deixar ainda mais confuso. Siga seu GPS interno, se ficar na dúvida, aí sim, consulte. Há indicações com flechas de sentido para os principais pontos, e funcionam.

Para caminhar entre Rialto e San Marco é uma reta só de 450 metros, por exemplo. Se você entender isso antes, fica muito fácil.

gondola_veneza
Gondola em frente a Piazza San Marcos

 

Trajeto entre Rialto e San Marco
Trajeto entre Rialto e San Marcos

 

Do alto do Campanário da Piazza de San Marcos se tem uma vista 360 graus da cidade
Do alto do Campanário da Piazza de San Marcos se tem uma vista de 360 graus de Veneza
Vista do Grande Canal de Veneza
Vista do Grande Canal de Veneza

Em uma tarde, para explorar a cidade, eu fui a pé de San Marcos até Rialto costurando um caminho paralelo pelo Grande Canal, foi quase uma hora e valeu a experiência. Quando achei que estava perdido, segui a indicação de rua e deu tudo certo.

Nem adianta pedir informação, a maioria dos transeuntes é formada por turistas, como você.  Mas faz parte da diversão, perder-se por canais desta que é uma das cidades mais românticas do mundo.

Para visitar Murano, ou fazer um tour pelo Grande Canal e ver os Palácios, você pode contratar um agência / barco especial, ou simplesmente usar o transporte público. http://www.alilaguna.it/en

Tour privado por Palácios 

Alguns moradores abrem seus palácios para visitas, e eles mesmos te levam para conhecer a casa onde vivem. A “entrada” custa 100 euros, mas é imperdível.

Onde se hospedar

Procure hotéis perto da Piazza San Marco, ou entre a praça e Rialto, sua vida será muito mais fácil. Você estará ao lado das principais atrações como Ponte de Rialto, Piazza San Marcos e Campanário, Palácio Ducal, Ponte dos Suspiros, Palácio Grassi e Academia de Belas Artes (é do outro lado do Grande Canal, mas você pode cruzar a pé pela ponte da academia).

Para quem não quiser ir até Murano, ou não tiver tempo, na região da Piazza de San Marcos há inúmeras Galerias de Murano.

Gondolas

Passeio de gondola por Veneza é imperdível
Passeio de gondola por Veneza é imperdível
Ponte dos Suspiros em Veneza
Ponte dos Suspiros em Veneza

O preço é fixo. Mínimo de 80 euros para duas pessoas. E nem adianta tentar pechinchar. A cidade está infestada de turistas e se você não for, outros irão. O passeio é rápido. São 30 minutos inesquecíveis.  Vale cada centavo. Eu peguei a gôndola em frente ao Palácio Ducal porque queria fazer o trajeto que passa pela Ponte dos Suspiros.

Restaurantes de cozinha veneziana

Tapas típicos de Veneza na Osteria da Carla
Tapas típicos de Veneza na Osteria da Carla

Dos quatro lugares que comi, indico dois restaurantes de comida típica veneziana, no bairro de San Marco.

O primeiro é uma osteria, bistrot à la italiana, boa comida a preços mais justos. Passei em frente da Osteria da Carla, gostei da cara do lugar, e fiquei observando as pessoas que entravam. Muitos italianos. Ou seja, estou na Itália, o restaurante é um bistrot italiano, e ainda frequentado por italianos. Não tive dúvida, entrei e sentei. Gostei principalmente do sortidos de tapas de entrada. Sim, não é só a Espanha que tem seus tapas, Veneza também. São típicos da região do Vêneto.

O outro restaurante se chama Bistrot de Venise, mas não tem nada de bistrot – prepare o bolso, mas é muito, muito, bom. Jantei duas vezes e em ambas foi um banquete dos deuses. Tenho vontade de voltar à Veneza somente para comer neste lugar.

Macarrão com frutos do mar do Bistrot de Venise. Imperdível!
Macarrão com frutos do mar do Bistrot de Venise. Imperdível!
Prato típico da cozinha de Veneza do Séc. XVI: massa caseira com carne de ganso
Prato típico da cozinha de Veneza do Séc. XVI: massa caseira com carne de ganso

E como descobri? Na minha primeira noite na cidade, pedi indicação de restaurante na recepção do hotel. No caminho para o local, passei pelo Bistrot de Venise. Primeiro me chamou atenção o cardápio na porta, depois os adesivos na janela: Guia Michelin 2014, 2013, 2012, 2011, 2010 e assim por diante . . .  (cheguei a almoçar no indicado pelo hotel, não estava ruim, mas comer mais ou menos na Itália é um pecado).

 

Osteria da Carla

http://www.osteriadacarla.it

Corte Contarina 1535 1535. Telefone: 0415237855

 

Bistrot de Venise

http://www.bistrotdevenise.com

Calle dei Fabbri, 4685. Telefone: 0415236651

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s