Novos endereços para comer muito bem em Madri

Esse post é o mesmo que foi publicado na Viagem deste mês, mas na versão não editada para caber na página da revista. Portanto, tem um pouco mais de detalhes.

Espero que tenham gostado. De qualquer jeito é muito difícil comer mal na capital espanhola, mas se precisar de dicas, conte comigo.

QuintinUltramarinos Quintín. Os donos do El Paraguas, referência gastronômica em Madrid, e Tenconten, um dos lugares mais disputados pelo jet set madrileno, inovam com sua terceira casa, especializada em cozinha asturiana. O Ultramarinos Quintín é uma mistura de restaurante, delicatessen e frutaria. Experimentei o peixe, a lasanha de berinjela e o tartar de atum com quinua. Certamente estavam bons, mas voltarei pela sobremesa – uma espécie de brownie de chocolate esfarelado com sorvete – e pelo inusitado ambiente. Na última vez em que almocei aqui aproveitei para comprar aspargos e tomates na frutaria, e burrata na delicatessen. Calle de Jorge Juan, 17

Marieta MadridMarieta. Este é o meu preferido de cozinha internacional. Quando pedi a conta, tive que conferi-la duas vezes, achei que tinham esquecido de cobrar alguma coisa. Assim é o Marieta: bonita decoração, bom atendimento, excelente comida e preço justo. Já provei o hummus, o kebab, as croquetas, o roast beef, o tartar de atum, a burrata e, de sobremesa, o petit-gateau de nutella. Aos sábados e domingos servem brunch. É concorrido no fim de semana, portanto faça reserva com antecedência. marietamadrid.com

Caray. Em espanhol, caray significa algo como ‘uau’. A expressão aplica-se perfeitamente ao serviço e a comida. De entrada comi cecina, carne de vaca desidratada, muito parecida com o presunto crú. De prato principal fui de carne de cerdo com foie. O seu excêntrico bar na entrada, lembra o do Tenconten, mas o Caray é um pouco mais luxuoso – e seus preços também. É um restaurante para voltar, principalmente em alguma data especial. caraymadrid.com

PlateaPlatea. O antigo cinema da Praça Colón foi transformado em um centro gourmet de cinco andares. Uma releitura dos tradicionais mercados de comida, como o turístico San Miguel. Conta com um bistrô, Arriba, do chefe Ramón Freixa, proprietário do restaurante homônimo detentor de duas estrelas Michelin. plateamadrid.com

Kena. O chef e dono do local, Luís Arévalo, vai para trás do balcão e prepara pratos da cozinha Nikkei – fusão da culinária japonesa e peruana. O restaurante é sensacional, especialmente por ter ótima comida e ser desprovido de qualquer afetação ou arrogância. kenadeluisarevalo.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s