La Rioja, muito além dos vinhedos / La Rioja, a place beyond the vineyards  

Não tenho pretensão nenhuma em ser especialista em vinho, mas certamente amo vinho tinto. Antes de vir morar na Espanha, eu conhecia os vinhos franceses e italianos – como Bordeaux e Côtes du Rhône ou Montepulciano e Valpolicella – mas nada de vinho espanhol.

A Espanha mudou meu gosto pelo vinho tinto. Eu realmente prefiro as uvas espanholas porque são mais robustas se comparadas às francesas e italianas.

Mas esse texto não é para falar de vinho, mas sobre viajar para as regiões produtoras de vinho da Espanha. Eu estive em duas delas: Ribera del Duero e La Rioja. Hoje, vou escrever sobre minha viagem para La Rioja.

IMG_20141027_184522 20141025_152715

 

 

 

 

 

Quando eu estava chegando em Álava, meu destino final, tinha uma placa na estrada dizendo: “Bem-vindo ao País Basco.” Eu fiquei muito surpreso, mas meus amigos espanhóis me explicaram que La Rioja, a região produtora de vinho, é formada pela Comunidade Autónoma La Rioja e a província de Álava, que fica no País Basco.

Com certeza, essa foi uma das minhas melhores viagens na Espanha: bonitas paisagens, comida deliciosa e vinho, vinho, vinho, muito vinho!

IMG_20141025_153111-2

Como chegar

Saindo de Madrid, há dois meios de chegar: de carro, 3 horas, ou de avião, 50 minutos de voo. A companhia aérea que opera Madrid – Logroño é a Ibéria. Independente da sua escolha, você vai precisar de um carro para visitar os vinhedos e conhecer a região.

Hotéis

Eu pesquisei hospedagem usando o booking.com, trip advisor, perguntando a amigos e etc. No final minhas lista se limitou a quatro opções de hotéis.

Marques de RiscalMárques de Riscal. É um hotel design de luxo concebido por Frank Gehry cujo o proprietário é o produtor de vinho Marques de Riscal. É considerado o melhor da região e um dos melhores do mundo. Os preços são salgados.

 

 

Viura 2Viura. Este é o que eu me hospedei, e recomendo. Está encravado no meio de um povoado chamado Villabuena de Álava, com uma população de cerca de 300 pessoas. Também é um hotel de design com excelente serviço e quartos, mas não tão caro como o Riscal. Além disso, eles têm uma loja de vinho com garrafas de toda a região para você escolher.

 

hotel-eguren-ugarteEguren Ugarte. É outro hotel de design dentro de um vinhedo, mas não é tão sofisticado (e caro) como o Marques de Riscal.

 

 

EchaurrenEchaurren. É o único Relais & Chateaux gastronômico da região. Localizado em Ezcaray, está a mais ou menos uma hora dos outros hotéis que eu mencionei.

 

 

Márques de Riscal, Viura e Eguren Ugarte estão todos próximos um do outro, mais ou menos 10 minutos, e mais perto dos vinhedos e restaurantes em relação ao Echaurren.

Restaurantes

Asador Alameda. Para mim é o melhor restaurante de La Rioja e um dos melhores da Espanha. Eles se intitulam como cozinha típica de La Rioja que usa os melhores produtos da região provenientes de fornecedores locais.

IMG_20141025_233940
Asador Alameda: alcachofra com molho de cogumelos e presunto cru; ravioli de lagosta; chuleta; e sorvete de pistache com coulant de chocolate

Viura restaurant. Na primeira noite, eu jantei no restaurante do meu hotel. Não estava tão bom quanto o Asador Alameda, mas bom. A entrada que eu comi não estava no cardápio, o que é muito comum em muitos restaurantes espanhóis que usam produtos frescos.

Viura: cogumelos com ovo e trufa branca (foto); chuleta; e sorvete com calda 70% cacau e confitado de figo (foto)
Viura: cogumelos com ovo e trufa branca (foto); chuleta; e sorvete com calda 70% cacau e confitado de figo (foto)

Echaurren hotel. Eles têm dois restaurantes. O El Portal, que tem uma estrela do guia Michelin, mas eu não experimentei, e La Tradición, o que eu escolhi. A comida estava muito boa, mas não tão excelente como a do Asador Alameda. O restaurante estava lotado, ainda mais para uma cidade pequena como Ezcaray.

Echaurren: terrine de queijo de cabra com azeite de mel; e carne com folhado de batata e purê de maça.
Echaurren: terrine de queijo de cabra com azeite de mel; e carne com folhado de batata e purê de maça.

Cidades

Torre Abacial, em Laguardia
Torre Abacial, em Laguardia
Laguardia
Laguardia

Laguardia. Um povoado medieval. Vale a pena conhecer e caminhar pelas suas ruas estreitas.

 

 

 

Logroño

Logroño. É a capital da Comunidade Autónoma de La Rioja, conhecida pela Calle Laurel, uma rua somente de bar de tapas. Mas se você já foi ou pretende ir a San Sebastian, não perca seu tempo indo a Logroño, um lugar que de uma certa maneira me lembrou a italiana Torino.

 

 

 

 

Ezcaray
Ezcaray

Ezcaray. É uma cidade de montanha que no inverno tem uma estação de esqui próxima dali. O local é conhecido também pela fábrica de lã. Merece uma visita, seguida de almoço no Hotel Echaurren.

 

 

 

 

Vinhos

Bar do hotel Marques de Riscal. No local há uma loja com vinhos e produtos da vinícula.
Bar do hotel Marques de Riscal. No local há uma loja com vinhos e produtos da vinícula.

Há quatro tipos de rótulos. Rioja, Crianza (1 ano em barrica, 1 ano em garrafa), Reserva (1 ano em barrica e 2 anos em garrafa) e Gran Reserva (2 anos em barrica e 3 anos em garrafa).

SAMSUNG CSC SAMSUNG CSC

 

SAMSUNG CSC

 

Links de interesse:

http://www.hotel-marquesderiscal.com

http://www.hotelviura.com

http://egurenugarte.com

http://www.echaurren.com

http://www.restaurantealameda.com

 

 


 

La Rioja, a place beyond the vineyards

I am not a wine specialist at all. But certainly I am a red wine lover. Before living in Spain, I knew French and Italian wines – like Bordeaux and Côtes du Rhône, or Montepulciano and Valpolicella – but nothing from Spain.

Spain has changed my taste of red wine. I do prefer Spanish grapes because they are more robust if you compare to the Italians or French ones.

But this post is not about wine. It is about travelling to regions that produce wine in Spain. I have been in two of them: Ribera del Duero and La Rioja. Today I will write about my trip to La Rioja.

IMG_20141027_184522 20141025_152715

 

 

 

 

 

For my surprise, when I was arriving to my destination, Álava, there was a signal in the freeway saying: “Welcome to Basque Country”. I was really surprised, but my Spanish friends clarified that La Rioja wine region is formed by Rioja Autonomous Community and Alava Province, that is part of Basque Country.

That was definitely one of my best trips in Spain: wonderful landscapes, exquisite food and wine, wine, wine, wine!

IMG_20141025_153111-2

Arriving there

Departing from Madrid, there are two ways to get there: by car, 3 hours, or by plane, 50 minutes flying Iberia to Logroño. No matter what you choose, you will need a car to go around and visit wineries and the region.

Choosing a hotel

I verified many hotels in the region using booking.com, trip advisor, asking friends and etc. I come up with four options to choose.

Marques de RiscalMárques de Riscal. A luxury design hotel created by Frank Gehry and owned by Márques de Riscal, the winner producer. It is considered the best hotel of the region and one of the best hotels in the world. Prices are considerably high.

 

 

Viura 2Viura. This is the hotel I decided to stay and I do recommend. It is settled in a pueblo, a small city called Villabuena de Álava. Its population is around 300 people. It is a design hotel with excellent service, rooms and not as pricey as Riscal. Also, they have a wine shop with bottles from the entire region to choose.

 

hotel-eguren-ugarteEguren Ugarte. It is another winery design hotel but not as fancy (and as expensive) as Marques de Riscal.

 

 

EchaurrenEchaurren. This is the only Relais & Chateaux Gastronomic Hotel in the region. Located in Ezcaray, it is about one hour by car for the others hotels I have mentioned.

 

 

Márques de Riscal, Viura and Eguren Ugarte hotels are short distance from each other, around 10 minutes, and comparing to Echaurren, are closer to wineries and restaurants.

Restaurants

Asador Alameda. I had the best meal of La Rioja and one of the best of Spain. They say they make a Rioja Cuisine using fresh and high quality products from local market.

IMG_20141025_233940
Asador Alameda: small artichoke served with mushroom sauce and prosciutto; lobster ravioli; t-bone steak; and ice-dream pistachio served with chocolate coulant.

Viura restaurant. At my first night, I had dinner in my hotel. The starter was off menu, what is very common in many Spanish restaurants that use fresh products.

Viura: mushroom served with egg and white truffle (picture); t-bone steak; and ice-cream served with 70% chocolate sauce and fig confit (picture)

 

Echaurren hotel. They have two restaurants: El Portal, that owns a Michelin Guide star, but I did not try it, and La Tradición, the one I choose. The food was excellent but not as good as Asador Alameda. The restaurant was very busy for a town like Ezcaray.

Echaurren: goat cheese terrine served with honey oil; and meat served with potato millefeuille and apple puree.

 

Cities

Torre Abacial, em Laguardia
Torre Abacial, em Laguardia
Laguardia
Laguardia

Laguardia. This is a medieval village. Worth a visit and a walking in its tiny streets.

 

 

 

Logroño

Logroño. This is the capital of La Rioja, also visited because Calle Laurel, a street of Bar de Tapas. But if you have been or plan to go to San Sebastian, do not waste your time in Logroño, a place that in a way remembered me the Italian Torino.

 

 

 

 

Ezcaray
Ezcaray

Ezcaray. It is a mountain city with a ski resort during winter. The place is knew also because of a wool fabric. Must be visited and followed by lunch or dinner at Echaurren Hotel.

 

 

 

 

 

Wines

Bar at Marques de Riscal Hotel. They also have a store selling their wine and products.

There are four Rioja Quality Labels. Rioja, Crianza (1 year in oak, 1 year in bottle), Reserva (1 year in oak, 2 years in bottle) and Gran Reserva (2 years in oak, 3 years in bottle).

 

 

SAMSUNG CSC SAMSUNG CSC

 

SAMSUNG CSC

Useful links:

http://www.hotel-marquesderiscal.com

http://www.hotelviura.com

http://egurenugarte.com

http://www.echaurren.com

http://www.restaurantealameda.com

*As fotos dos hotéis não são minhas, mas de suas páginas web / Hotels pictures are not made by me, but downloaded from their web page.

 

Um comentário em “La Rioja, muito além dos vinhedos / La Rioja, a place beyond the vineyards  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s